terça-feira, 26 de julho de 2016

No estúdio


Entre um trabalho e outro, pequena pausa à noite pra aproveitar umas sobras de material pra colar e pintar no caderno. E a noite segue.




domingo, 24 de julho de 2016

sábado, 23 de julho de 2016

Percursos Urbanos: A cidade num caderno de artista



Fui convidado pelo projeto Percursos Urbanos, realizado no CCBNB daqui de Fortaleza para mediar o próximo encontro, que acontece hoje, 23 de julho, às 15h. Segue a descrição abaixo:



O Percursos, criado pelo sociólogo Julio Lira é muito interessante e permite trazer um outro olhar sobre a cidade, seus personagens reais e suas histórias, sejam as grandes ou as pequenas. Cada novo sábado, um novo percurso, uma nova pequena aventura pela cidade ou arredores. Neste caso, vai ser muito bacana poder abordar o bairro onde cresci e vivo minha vida toda até agora, e sobretudo enfocar isso na ótica do desenho. Tenho redescoberto meu desenho desde que, há pouco mais de um ano atrás comecei a fazer registros diários em cadernos, e compartilhar isso logo mais será uma ótima experiência.

Convido todos os colegas, amigos e interessados a participar, o Percursos é gratuito! Nos vemos lá. :)

domingo, 17 de julho de 2016

Um sorriso amarelo



Coisas dos últimos dias no caderninho. Pracinhas, ruas, almoços, cafés, silhuetas, sorrisos amarelos e outros nem tanto.





sexta-feira, 15 de julho de 2016

Papel



Pequenina animação.


Um vídeo publicado por Diego Akel (@cineakel) em

terça-feira, 12 de julho de 2016

No caderno



Páginas dos últimos dias, no caderno. Ônibus, cafés, jantares, praia, pessoas, pequenas viagens... Dias intensos mas agradabilíssimos. Em frente :)




quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sketchbook tour #1


Primeiro vídeo que fiz de um dos meus caderninhos, no chamado sketchbook tour. É interessante que dá mesmo outra dimensão do que olhar imagens separadas das páginas. As mãso folheam e sentimos a textura, a dimensão, sua própria presença física quase... tudo fica mais palpável. Quase mesmo como estivéssemos vendo o caderno bem na sua frente.

Este por sinal foi o primeiro caderno que eu mesmo construí, costurando panfletos, folders, envelopes, embalagens de papel e de plástico e similares num livrinho de bolso. O caderninho tem desenhos, pinturas, escritos e rabiscos feitos entre 02 e 14 de agosto do ano passado.